Líder de partido de extrema-direita dos Países Baixos hospitalizado após agressão com garrafa de cerveja a dois dias das eleições - TVI

Líder de partido de extrema-direita dos Países Baixos hospitalizado após agressão com garrafa de cerveja a dois dias das eleições

  • Agência Lusa
  • AG
  • 20 nov 2023, 20:28
Thierry Baudet (Peter Dejong/AP)

Thierry Baudet teve de ser tratado por um cirurgião após a garrafa lhe ter atingido a nuca e uma zona próxima do olho

O líder de um partido neerlandês de extrema-direita foi esta segunda-feira atingido na cabeça com uma garrafa de cerveja, um ataque que o obrigou a ir para o hospital a dois dias das eleições legislativas no país.

A agressão foi anunciada pelo seu partido, o Fórum para a Democracia, numa mensagem divulgada na rede social X (antigo Twitter), acompanhada de um vídeo que mostra Thierry Baudet num bar e o seu agressor a atacá-lo. Baudet foi rapidamente retirado do local e o agressor dominado.

Posteriormente, Baudet, de 40 anos, adiantou ter sido tratado por um cirurgião por um trauma causado pela garrafa de cerveja na nuca e próximo de um olho, acrescentando que um segurança também ficou ferido.

O porta-voz da polícia local adiantou que uma pessoa foi detida por suspeita de envolvimento no ataque e que o motivo está sob investigação.

“O que podemos dizer neste momento é que [Thierry] Baudet foi atingido na cabeça, possivelmente com um objeto”, afirmou, escusando-se a avançar mais detalhes ou comentar o estado de saúde do líder partidário.

Nas redes sociais está a ser partilhado um vídeo do momento da agressão, sendo possível ver que o candidato neerlandês leva duas vezes com a garrafa, antes de um elemento da segurança intervir.

Baudet está a concorrer às eleições para manter o seu assento no parlamento.

O Fórum para a Democracia ganhou destaque nas eleições regionais de 2019, onde foi o vencedor, com mais de 1 milhão de votos, e, embora enfrente atualmente uma onda de descontentamento interno, ainda detém cinco dos 150 assentos da câmara baixa do parlamento holandês.

Continue a ler esta notícia