Destroços do Titan recuperados. Especialista garante que morte da tripulação foi imediata: "Terá sido tão repentino que nem saberiam que houve um problema" - TVI

Destroços do Titan recuperados. Especialista garante que morte da tripulação foi imediata: "Terá sido tão repentino que nem saberiam que houve um problema"

Autoridades canadianas começaram a descarregar as primeiras partes dos destroços do submersível, que implodiu no fundo do mar, perto do Titanic, causando a morte dos cinco ocupantes

Relacionados

Surgiram as primeiras imagens dos destroços do submersível Titan, que implodiu com cinco pessoas a bordo, quando tentava mergulhar até ao local onde se encontra o que resta do Titanic. Vários pedaços de metal que pertenciam à embarcação foram elevados e descarregados, esta quarta-feira, do navio Horizon Artic no porto de Saint John, no Canadá.

As imagens mostram a dimensão dos estragos, com os pedaços de metal de grandes dimensões e vários cabos, cobertos por uma lona, a serem colocados em camiões. De acordo com a guarda costeira norte-americana, entre os destroços recuperados está a tampa traseira do veículo e uma estrutura metálica que fica por baixo do submersível. 

Submersível Titan 

Recorde-se que todos os cinco tripulantes da embarcação perderam a vida, no dia 18 de junho, apenas 90 minutos depois de entrar na água, depois de o submersível ter implodido a uma profundidade de 3.800 metros, em pleno Oceano Atlântico.

Segundo Dale Molé, ex-diretor da Marinha dos EUA para a medicina submarina e saúde radioativa, em declarações à imprensa britânica, todos os ocupantes do Titan terão perdido a vida imediatamente e não terão chegado a sentir dor, devido à imensa força da água que existe no fundo do mar.

“Terá sido tão repentino que eles nem saberiam que houve um problema ou o que aconteceu com eles. É como estar aqui num minuto e depois desligasse o interruptor. Estás vivo num milissegundo e no próximo milissegundo já estás morto”, afirmou.

Os corpos das vítimas não foram recuperados e esta pode ser uma das razões.

As autoridades já conseguiram recuperar cinco partes do Titan, encontradas no fundo do mar, junto à proa do que resta do Titanic. A construção do submersível incluía um cilindro de fibra de carbono com duas coberturas de titânio nas pontas.

A guarda costeira norte-americana lançou uma investigação para determinar as causas do desastre que vitimou a tripulação do submersível. O objetivo é descobrir a causa da implosão e criar recomendações para prevenir futuras tragédias.

Todas as expedições aos destroços do Titanic foram canceladas indefinidamente após o acidente.

Continue a ler esta notícia

Relacionados