Shahzada Dawood: o passageiro do Titan que já tinha apanhado um “susto” num acidente de avião - TVI

Shahzada Dawood: o passageiro do Titan que já tinha apanhado um “susto” num acidente de avião

  • CNN Portugal
  • ARC
  • 25 jun 2023, 20:41
Família Dawood (Reuters)

Shahzada Dawood sofreu um acidente de avião ao lado da mulher. Os dois afirmaram que esse momento mudou as suas vidas

Relacionados

Shahzada Dawood, um dos passageiros do submersível Titan, e a mulher, Christine, deram as mãos e esperaram pela morte. Foi há 5 anos. Sobreviveram. O susto que sentiram naquele avião levou Shahzada a repensar a vida. Mas não foi suficiente para eliminar o seu espírito aventureiro.

"O arranque [do avião] decorreu sem incidentes e a maior parte da viagem também, mas no momento em que os sinais dos cintos de segurança se acenderam para nos alertar para a aproximação iminente da aterragem, o avião deu um mergulho profundo”, contou Christine na altura num blogue. Um “silêncio mortal” tomou conta da cabine, que ficou envolta num ambiente que não era nem claro nem escuro entre as nuvens da tempestade: “Envolvia-nos, provocava-nos e inspirava medo a alguns e coragem a outros”.

“Eu estava assustada como nunca antes na minha vida”, lembrou Christine, garantindo que não era capaz de limpar as lágrimas nem mesmo de olhar à sua volta. Entrelaçou a mão à de Shahzada, que estava “tão assustado” quanto ela, mas garante: “Estávamos juntos”.

Naquele momento, o empresário paquistanês refletiu sobre “todas as oportunidades que tinha perdido e o quanto ainda queria ensinar aos filhos”, contou Christine. Não faltou tempo para fazer também um acordo “com Deus, com o universo, com quem quer que estivesse a ouvir” sobre deixar de fumar, caso sobrevivesse.

O avião voltou a ganhar altura para logo depois aterrar em segurança. “Tínhamos sobrevivido. (...) Foi então que percebi que a minha vida tinha mudado e que nunca mais voltaria a ser a mesma". Algo que também o marido também sentiu, confessa.

Shahzada embarcou no submersível Titan a 18 de junho com o filho Suleman. Em entrevista à NBC News, a tia Azmeh Dawood, garantiu que o rapaz de 19 anos estava “apavorado” com a viagem, mas queria agradar o pai.

Os dois morreram no mergulho aos destroços do Titanic, juntamente com os outros três parceiros a bordo do submersível da OceanGate. O Titan implodiu na quinta-feira, dia 22.

Continue a ler esta notícia

Relacionados