E para onde é que a CNN internacional recomenda viajar com este calor de outono? Para aqui - TVI

E para onde é que a CNN internacional recomenda viajar com este calor de outono? Para aqui

  • CNN
  • Terry Ward
  • 7 out 2023, 20:00
Funchal, Madeira (imagem Getty)

Artigo da CNN internacional recomenda aos norte-americanos viajar para a Europa no outono. E inclui na sua lista de preferências duas paragens em Portugal. Estas sugestões também se aplicam a si.

Porque é que deve viajar para a Europa no outono e não no verão

Foi no verão que toda a gente foi para a Europa. E agora estamos no outono, altura em que o continente se vira para si mesmo à medida que as folhas - e o número de visitantes - começam a cair.

Um relatório recente da rede de viagens de luxo Virtuoso indicou Paris, Londres e Florença como as cidades mais reservadas para as viagens de outono. Mas outros destinos frequentemente ignorados pelos americanos durante os meses de outono oferecem a oportunidade de escapar às multidões e viver algo sazonal e excecional.

"O outono é uma das melhores alturas para visitar a Europa devido à grande variedade de interesses que [a estação] pode satisfazer", afirma Mina Agnos, presidente da empresa de viagens de luxo Travelive.

As praias e as temperaturas continuam quentes para os viajantes que procuram tempo de praia em destinos clássicos em Espanha, Portugal e Turquia, diz ela. E os amantes da gastronomia podem aproveitar a intersecção dos festivais de outono com a época das colheitas em toda a Europa - desde a caça às trufas na Croácia, passando pela apanha da azeitona na Grécia, até às bebidas nos festivais das vinhas na Sicília. O outono é também ideal para viagens mais activas, diz Agnos, quer se trate de caminhadas em Espanha e da apanha de castanhas na Eslovénia, ou da observação de migrações de aves de rapina e cegonhas no Estreito de Gibraltar.

Considere também as escapadelas às ilhas. Lugares como Tenerife, Ibiza e Maiorca estão cheios de gente no verão, mas ficam mais calmos no outono.

"As ilhas Canárias sempre foram óptimas de meados de setembro a meados de dezembro, quando há boas opções de voo e menos multidões, o que torna a experiência de viagem mais descontraída", diz Brian Young, diretor-geral da EMEA na G Adventures. Considere relaxar nas praias douradas de Gran Canaria ou tentar algo mais ativo como uma caminhada e uma excursão de degustação de vinhos em Tenerife para uma viagem ideal em outubro.

Se está pronto para uma visão diferente da Europa neste outono, nós temos ideias.

Alentejo, Portugal

Praia da Murração, na Costa Vicentina

O Vale do Douro ("Douro Valley"), conhecido pela produção de vinho do Porto, é a escolha óbvia para o outono em Portugal. Mas, em vez disso, vá para a região do Alentejo, o coração rural de Portugal. Aqui, pode ver vestígios romanos na sua capital Évora, protegidos pela UNESCO, fazer uma viagem de carro por campos tranquilos de sobreiros e olivais e desfrutar da costa selvagem.

"A costa atlântica conservada oferece quilómetros de praias intocadas e é popular para o surf, com as melhores ondas entre o outono e a primavera", diz Sérgio Duarte, diretor-geral do Octant Évora, um hotel situado em 30 hectares nos arredores da cidade que oferece actividades de outono como passeios de balão de ar quente, observação de estrelas e piqueniques nas planícies.

"Pessoalmente, o que mais gosto no outono é a forma como a luz dourada se reflecte nos campos de milho, convidando-o a contemplar e a ficar quieto depois da época agitada do verão", diz.

Val Gardena, Dolomitas, Itália

O típico brilho cor-de-rosa das Dolomitas ganha cores de outono. coberschneider/RooM RF/Getty Images

Durante o outono, nas montanhas Dolomitas do Norte de Itália, as folhas em mudança competem com a enrosadira - o brilho dos alpes - à medida que o sol poente atinge as montanhas no ângulo certo, fazendo-as brilhar de cor-de-rosa.

É uma festa para todos os sentidos em Val Gardena, quer esteja a percorrer trilhos de montanha nas paisagens do Parque Nacional de Puez-Odle, Património Mundial da UNESCO, ou a saborear pratos do sul do Tirol e a cozinha ladina local durante um festival gastronómico de três semanas, o Culinarium Urtijei, na aldeia de Ortisei.

Rodeado por um parque em Ortisei, uma estadia no ADLER Spa Resort Dolomiti permite-lhe explorar a área em bicicletas eléctricas e desfrutar das ofertas de bem-estar do resort - saunas, grutas de sal e uma piscina exterior - no ar fresco do outono.

Roménia

O 'Castelo de Drácula' em Bran na Transilvânia. Foto SCStocki Stock Editorial _Getty Images

Passar o Dia das Bruxas no "castelo do Drácula" é apenas uma das razões para considerar visitar a Roménia no outono, diz Christopher Hill da Hands Up Holidays, que oferece viagens de voluntariado que o podem ver a ajudar nos esforços de conservação com ursos salvos em Brasov ou a dançar ao lado de pastores locais durante um festival de lacticínios da Transilvânia.

Além da mudança das folhas no outono, a estação traz consigo todo o tipo de eventos gastronómicos. "Os produtos frescos são abundantes e muitas aldeias preservam a tradição de celebrar a colheita com festivais locais para reconhecer os locais e o que produziram - sobretudo maçãs, pêras, abóboras e uvas", diz Hill.

Ele aponta a celebração da castanha de outubro em Baia Mare e um festival de repolho na aldeia saxónica de Moșna entre os eventos gastronómicos de outono da Roménia para planear uma viagem.

Maiorca, Espanha

O outono é a altura perfeita para andar de bicicleta em Maiorca. Holger Leue/The Image Bank Unreleased/Getty Images

Os habitantes de Maiorca dir-lhe-ão que a ilha das Baleares é melhor aproveitada fora dos meses de verão extremamente quentes e agitados. Em outubro, as temperaturas ainda se situam na casa dos 20º C, tornando-a idílica para percursos de bicicleta e caminhadas que contornam castelos históricos, faróis e enseadas tranquilas.

Para uma estadia apenas para adultos numa mansão do século XVII, o Can Aulí, na aldeia de Pollença, no norte de Maiorca, promete uma fuga tranquila com apenas 21 quartos. Toda a comida servida no local vem de um agricultor local que entrega todas as manhãs produtos orgânicos de uma quinta próxima. Quando quiser aproveitar a vida nocturna pela qual a ilha é famosa, experimente o Lío Mallorca, um espetáculo de cabaret e um clube que recentemente se expandiu da sua localização original em Ibiza para Palma.

Thessaloniki, Grécia

A segunda cidade da Grécia situa-se no Golfo Termaico, abrindo-se para o Mar Egeu. Famosa pela sua vasta oferta gastronómica, é também quase sempre ignorada pelos turistas dos Estados Unidos, que a desviam para visitar ilhas como Mykonos e Santorini.

Jack Ezon, da EMBARK Beyond, aponta o outono como uma excelente altura para visitar a cidade grega que é a porta de entrada para os Balcãs - não pelas suas praias, mas por ser "uma grande cidade rica em história judaica" servida com uma das melhores cenas gastronómicas do sul da Europa.

Durante os meses de outubro e novembro, aventure-se a sair da cidade para apreciar a mudança das folhas ao longo dos trilhos para caminhadas perto do Monte Olimpo, 90 minutos a sudoeste de Salónica.

Malta

Malta é um paraíso para o mergulho, com naufrágios para explorar. Wojciech-P/iStockphoto/Getty Images

O arquipélago mediterrânico de Malta - constituído por três ilhas habitadas, Malta, Gozo e Comino - é outro dos locais mais escaldantes do verão que é muito mais agradável de visitar quando as temperaturas descem. Malta é sempre popular entre os mergulhadores que exploram os muitos naufrágios da Segunda Guerra Mundial que se encontram ao largo da costa, bem como o Buraco Azul - uma formação rochosa em forma de tubo com 15 metros de profundidade, preenchida pelo mar, com um arco e uma gruta no fundo; e a visibilidade subaquática é mais clara no outono do que durante o verão, diz Samantha Pearson, porta-voz da PADI.

Valeta, a capital compacta de Malta e Património Mundial da UNESCO, está no seu ponto mais excitante durante o festival Notte Bianca, no início de outubro. Durante a celebração nocturna, os museus e palácios da cidade abrem as suas portas para acolher exposições e espectáculos de teatro, enquanto as belas praças da cidade se enchem de música, dança e barracas de comida.

Madeira, Portugal

A ilha vulcânica portuguesa a cerca de 650 quilómetros a oeste de Marrocos é mais conhecida pelos seus vinhos fortificados. Mas se visitar a Madeira no outono, chegará a tempo da época das vindimas nas muitas vinhas, da descida dos preços dos hotéis e de um oceano que permanece suficientemente ameno para um mergulho agradável até outubro.

Na costa norte, caminhe ao longo das muitas levadas (canais de irrigação históricos) ou visite o retiro de bem-estar da região vinícola de Terrabona, onde moradias e uma vinha se situam no alto das montanhas. Foi inaugurado em 2023.

Na capital Funchal, o Savoy Palace tem uma piscina no 17º andar com vista para o mar e para a montanha. As lojas e a vida nocturna ficam a poucos minutos a pé.

Baden-Baden, Alemanha

Baden-Baden é um local calmo no outono. Valery Bareta/Alamy Stock Photo

Antigo refúgio de verão da Alemanha para a realeza, políticos e escritores da Belle Époque europeia, Baden-Baden é ainda mais atractiva no outono, com vistas épicas sobre o Vale do Reno e a Floresta Negra circundantes, quando as folhas começam a ganhar cor.

As temperaturas do outono são ideais para mergulhar os ossos depois de uma caminhada nas muitas fontes termais de Baden-Baden, como as do Spa Caracalla ou o oásis balnear romano-irlandês de Friedrichsbad, que foi inaugurado em 1877.

O outono também significa que é altura das colheitas em Rebland - uma área a sudoeste de Baden-Baden famosa pelo seu Riesling. Pare numa adega como a Nägelsförst para provar os produtos, bem como as especialidades locais como a Zwiebelkuchen (tarte de cebola).

 

Terry Ward é uma autora de livros de viagens baseada na Florida, EUA, que vive em Tampa e sempre que pode tenta ir à Europa na época baixa.

Continue a ler esta notícia