Manuel Pizarro garante que todas as vacinas estarão disponíveis dentro de oito a dez semanas - TVI

Manuel Pizarro garante que todas as vacinas estarão disponíveis dentro de oito a dez semanas

  • Agência Lusa
  • PF
  • 2 out, 19:42
Manuel Pizarro na Comissão parlamentar de Saúde (Tiago Petinga/Lusa)

Ministro da Saúde respondeu assim à Associação Nacional das Unidades de Saúde Familiar, de que há centros de saúde com um ‘stock’ muito reduzido, ou mesmo nulo, de vacinas contra a gripe

O ministro da Saúde, Manuel Pizarro, garantiu esta segunda-feira em Matosinhos que estarão disponíveis num período de oito a dez semanas as vacinas necessárias para que todos os portugueses que têm indicação se possam vacinar.

Em declarações à margem da iniciativa “4 Agendas Mobilizadoras da Saúde” no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), Manuel Pizarro respondeu assim à revelação feita pela Associação Nacional das Unidades de Saúde Familiar, de que há centros de saúde com um ‘stock’ muito reduzido, ou mesmo nulo, de vacinas contra a gripe, situação que só deverá estabilizar a partir da segunda semana de outubro.

“Esta campanha é para decorrer entre oito a dez semanas, primeiro porque seria logisticamente impossível vacinar toda a gente numa ou duas semanas, e como sempre dissemos estamos a receber paulatinamente os fornecimentos das vacinas por parte das empresas a quem as adquirimos”, disse o ministro.

“Porque é que elas não estão cá todas? Porque estas vacinas estão preparadas para as estirpes mais recentes do vírus da gripe e da covid. O seu processo de fabrico começou há poucas semanas. É preciso tranquilizar em absoluto as pessoas. Estarão disponíveis neste período, de oito a dez semanas, todas as vacinas que são necessárias, para que todos os portugueses que têm indicação se possam vacinar”, adiantou.

Continue a ler esta notícia