Valor das casas avaliadas pelos bancos cai 5 euros por metro quadrado em outubro - TVI

Valor das casas avaliadas pelos bancos cai 5 euros por metro quadrado em outubro

  • ECO - Parceiro CNN Portugal
  • Ana Petronilho
  • 28 nov 2023, 11:38
Imobiliário em Portugal (Getty Images)

Em outubro, o valor mediano das casas avaliadas pela banca situou-se em 1.536 euros por metro quadrado, cinco euros abaixo do número registado em setembro.

Relacionados

Em outubro, o valor mediano das casas avaliadas pela banca situou-se em 1.536 euros por metro quadrado, revelam os últimos dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). O valor fica cinco euros abaixo da média registada por metro quadrado em setembro, quando a avaliação bancária da habitação foi fixada em 1.541 euros o metro quadrado, tendo subido sete meses consecutivos.

Apesar desta redução, o valor de outubro fica 8,2% acima do mês homólogo. Uma subida acompanhada ainda pelo número de casas avaliadas pela banca. No último mês, o universo de imóveis de habitação avaliado foi de 26,9 mil, mais 7,8% que em setembro e 4,9% acima do mesmo mês do ano passado.

Entre as várias regiões do país, segundo os dados do INE e face a setembro deste ano, o Centro apresentou o aumento mais expressivo face ao mês anterior (0,7%) e foi na Madeira que se assistiu à maior descida (-2,3%). Em termos homólogos, o valor mediano das avaliações cresceu de forma mais intensa na Madeira, onde subiu 19,6% e a menor variação foi registada no Algarve, onde o valor subiu 6,1%.

Nos apartamentos o valor mediano por metro quadrado foi 1.701 euros, tendo aumentado 7,6% relativamente a outubro de 2022. Os valores mais elevados foram observados no Algarve
(2.106 euros por metro quadrado) e na Área Metropolitana de Lisboa (2.025 euros por metro quadrado). O valor mais baixo foi registado no Alentejo (1.155 euros por metro quadrado).

Em termos homólogos, foi na Madeira onde se assistiu ao maior crescimento (23,3%) e nos Açores foi registado o menor crescimento (5,3%), apontam os números do INE.

Nas moradias o valor mediano da avaliação bancária foi de 1.200 euros por metro quadrado, o que representa um acréscimo de 5,1% em termos homólogos. Os valores mais elevados foram registados também no Algarve (2.130 euros por metro quadrado) e na Área Metropolitana de Lisboa (2.083 euros por metro quadrado). Os valores mais baixos foram assinalados no Centro e no Alentejo, com 985 euros por metro quadrado e 1.019 euros por metro quadrado, respetivamente.

Mas foi na Madeira onde foi assinalado o maior crescimento homólogo no valor das moradias com 15,1%

Continue a ler esta notícia

Relacionados