"Indiana Jones do mundo da arte" recupera quadro de Van Gogh roubado em 2020 - TVI

"Indiana Jones do mundo da arte" recupera quadro de Van Gogh roubado em 2020

  • Agência Lusa
  • DCT
  • 12 set 2023, 11:33
Van Gogh (Associated Press)

O roubo ocorreu no dia de aniversário de Vincent Van Gogh, artista nascido em 1853, que veio a morrer, em França, em 1890.

O quadro de Van Gogh “O Jardim do Presbitério Nuenen na Primavera”, roubado em março de 2020, foi recuperado esta semana pelas autoridades neerlandesas e devolvido ao proprietário, anunciou esta terça-feira a unidade de crimes artísticos da polícia de Haia.

Este quadro, roubado de um museu de Amesterdão em maio de 2020, no início do primeiro confinamento da pandemia de covid-19, foi recuperado pelas autoridades em cooperação com o detetive Arthur Brand, especializado em obras de arte, disse à Agência France Presse (AFP) o oficial Richard Bronswijk, da unidade de crimes artísticos da polícia neerlandesa.

O detetive tomou posse da pintura desaparecida na segunda-feira, em Amesterdão, embrulhada em plástico protetor, dentro de uma fronha, num saco azul de ráfia do Ikea, conforme as imagens de um pequeno vídeo, descrito pela AFP.

“Confirmar que era realmente o Van Gogh roubado foi um dos melhores momentos da minha vida”, disse Arthur Brand à agência francesa. Segundo este detetive, conhecido como "o Indiana Jones do mundo da arte", a devolução surge na sequência dos frequentes apelos feitos por si e pelas autoridades.

"O Jardim do Presbitério Nuenen na Primavera”, datado de 1884 (com etiqueta posterior de 1885, aplicada no verso), tem um valor estimado entre os três e os seis milhões de euros. Foi roubado do Museu Singer Laren, em Amesterdão, na noite 30 de março de 2020, quando aí se encontrava exposto, cedido pelo Museu Groningen.

O roubo ocorreu no dia de aniversário de Vincent Van Gogh, artista nascido em 1853, que veio a morrer, em França, em 1890.

Imagens de vigilância divulgadas logo após o roubo mostravam um homem a partir uma porta de vidro e a sair depois com a pintura.

Em abril de 2021, a polícia neerlandesa prendeu um homem, identificado como Nils M., por este assalto, e também pelo roubo do quadro “Dois jovens rindo”, de Frans Hals. Nils M. veio a ser condenado a oito anos de prisão.

O detetive Arthur Brand disse hoje à AFP que descobriu, "por uma fonte do mundo do crime, quem tinha comprado o Van Gogh” a Nils M, tendo confirmado que se tratava do traficante de arte Peter Roy K., condenado a 12 anos de prisão pela receção de artigos roubados. Roy K. quis usar o quadro para negociar uma redução de pena, o que não aconteceu.

Segundo o detetive, a entrega foi feita por um homem que não tinha relação alguma com o crime.

Arthur Brand destacou-se como detetive no mundo da arte pela recuperação de obras roubadas, como "Os Cavalos de Hitler", de Picasso.

“O Jardim do Presbitério Nuenen na Primavera”, de Van Gogh, já foi devolvido ao museu de Groningen, proprietário do quadro.

A pintura “Dois Jovens Rindo”, de Frans Hals, continua desaparecida.

Continue a ler esta notícia