VÍDEO SEGUINTE
Descrição

Após as críticas dos Estados Unidos, Lula recua e condena "violação da integridade territorial da Ucrânia"

Lula da Silva procurou corrigir o tom das suas declarações sobre a guerra na Ucrânia. Depois das críticas dos Estados Unidos e União Europeia por terem sido acusados de fomentar o conflito, o presidente do Brasil aproveitou um encontro com o seu homólogo da Roménia para insistir na necessidade de uma mediação do conflito, mas condenou a violação do território ucraniano.

18 abr 2023, 23:01
Últimos
Últimos