VÍDEO SEGUINTE
Descrição

"As bombas caem perto do nosso prédio": Valentyna tem 86 anos e mal consegue andar, mas a aproximação dos russos forçou-a a partir

No seguimento da pressão da Rússia nas linhas da frente do leste da Ucrania, muitos acabam por fugir. É o caso de Anzhelika e da sua mãe Valentyna, que fugiram de Toretsk, na região de Donetsk.

10 mai, 20:32
Últimos
Últimos