VÍDEO SEGUINTE
Descrição

De absolvida a condenada a 23 anos de prisão. Enfermeira cumpre pena pela morte de jovem no Algarve

O Supremo Tribunal de Justiça determinou 23 anos de cadeia para Mariana Fonseca, enfermeira que, segundo o Ministério Público, matou Diogo Gonçalves com a ajuda da namorada em 2020, no Algarve.

O Tribunal de Portimão absolveu-a do crime, mas a Relação de Évora condenou-a à pena máxima de 25 anos. Agora, o Supremo confirmou a decisão anterior, mas reduziu a pena para 23 anos.

5 jul, 15:20
Últimos
Últimos