VÍDEO SEGUINTE
Descrição

"É um escândalo um salário de 10 mil euros". Gil Garcia quer chegar ao Parlamento Europeu para ganhar menos salário

Os partidos sem assento no Parlamento Europeu continuam nas ruas, procurando surpreender os eleitores. O MAS, liderado por Gil Garcia, um dissidente do Bloco de Esquerda, critica as mordomias pagas pela União Europeia aos eurodeputados, especialmente o subsídio de reintegração no final do mandato. Enquanto isso, o Volt e o PTP fizeram campanha em Lisboa e na Madeira, apresentando seus argumentos aos eleitores. 

5 jun, 20:36
Últimos
Últimos