VÍDEO SEGUINTE
Descrição

Empresas de Luís Bernardo terão feito mais de 3,5 milhões em contratos com autarquias e entidades públicas

A PJ está a investigar mais de sete milhões de euros em contratos públicos entre as empresas de comunicação de Luís Bernardo e João Tocha e várias autarquias e outras entidades do Estado. O suspeito Luís Bernardo, antigo assessor de Sócrates e diretor de comunicação do Benfica, foi na quinta-feira alvo de buscas no âmbito da Operação Concerto.

5 jul, 15:03
Últimos
Últimos