VÍDEO SEGUINTE
Descrição

EUA acusam Hamas de pedir alterações "inviáveis" mas Blinken é "parte do problema", diz grupo islâmico

No Médio Oriente, o cessar-fogo para libertação de reféns israelitas parecia iminente, mas afinal não passou de um plano de intenções. O Hamas respondeu à proposta de Israel, mas os EUA acusam o grupo islâmico de ter pedido alterações inviáveis.

O esforço negocial vai prosseguir entre o secretário de Estado americano e o primeiro-ministro do Catar, mas um porta-voz do Hamas já está a acusar Antony Blinken de ser parte do problema, não da solução.

12 jun, 22:17
Últimos
Últimos