VÍDEO SEGUINTE
Descrição

Exclusivo. "Vi e candidatei-me. Senti felicidade". Em Santiago do Cacém há 32 famílias à espera de "moradias sorteadas" há mais de 6 anos

O drama da habitação é um dos mais graves no país e continua sem solução à vista. Em Santiago do Cacém há 32 famílias à espera de casa há mais de seis anos. As moradias foram sorteadas pela cooperativa de habitação "Chesandré" e deveriam estar concluídas em 2020. 

O responsável pela obra mantém-se em silêncio. Já o presidente da câmara municipal de Santiago do Cacém, que cedeu os terrenos gratuitamente para a construção, garante que o empreiteiro quer mais dinheiro e usa a inflação e a pandemia como desculpa pelo atraso.

3 mai, 21:24
Últimos
Últimos