VÍDEO SEGUINTE
Descrição

Gondomar: “Nem os bombeiros sabem o que pode acontecer a qualquer momento”

Numa altura em que o combate às chamas na fábrica da Sociedade Portuense de Drogas, em Gondomar, continua, o comandante Jorge Mendes alerta para o facto de ainda não se saber “qual a quantidade armazenada” de matérias químicas e produtos inflamáveis que estão no interior e que, por isso, é necessário isolar o local e afastar as pessoas do local.

“Tendo em conta que houve algumas explosões e que aquele produto é altamente explosivo e reativo, foi criado um perímetro de segurança, um arrefecimento de todas as naves”, diz, explicando que tal tem como objetivo evitar que o incêndio se estenda aos armazéns à volta.

O comentador da CNN Portugal esclarece ainda que é importante fazer o “arrefecimento de todas as estruturas de ventilação” porque “este fumo é altamente tóxico” e “nem os bombeiros sabem o que pode acontecer a qualquer momento”.

“Este perímetro de segurança não é só pelo perigo de explosão, mas pela toxicidade do fumo”, adverte.

A extinção do incêndio pode~acontecer nas próximas horas, mas o comandante Jorge Mendes diz que o rescaldo e a avaliação dos danos e dos riscos pode ser mais demorada.

29 abr 2023, 21:52
Últimos
Últimos