VÍDEO SEGUINTE
Descrição

"Há um alto risco de afogamento em Portugal". Desde 2017 que não se registavam tantas mortes

Com tempo propício para ir a banhos, todo o cuidado é pouco. Os dados são preocupantes: até abril, morreram 49 pessoas afogadas. Este é o valor mais alto desde 2017.

O presidente Federação Portuguesa de Nadadores Salvadores Alexandre Tadeia defende que as praias devem ter vigilância durante todo o ano.

30 mai, 11:46
Últimos
Últimos