VÍDEO SEGUINTE
Descrição

Mais de 1400 almoços sob suspeita em Oeiras: "São almoços de trabalho que todas as autarquias realizam", diz Isaltino

A Polícia Judiciária voltou a fazer buscas na Câmara de Oeiras. A ação foi motivada pela existência de faturas de almoços e outras refeições com as quais a autarquia gastou, ao longo de seis anos, 140 mil euros. O presidente Isaltino Morais afirma que são "atos administrativos normais nas autarquias" e rejeita haver almoços à mesma hora em restaurantes diferentes.

20 jun, 20:39
Últimos
Últimos