VÍDEO SEGUINTE
Descrição

Miguel Sousa Tavares: "Estamos a fazer muito mais escutas do que a PIDE fazia, é uma vergonha"

Miguel Sousa Tavares, no seu espaço semanal de comentário no Jornal Nacional, 5.º Coluna, critica as escutas realizadas pelo Ministério Público como "único meio de prova" quando não há relevância para a investigação, não percebendo porque estão armazenadas, como aconteceu esta semana com as escutas que vieram a público de António Costa. "A menos que em vez de investigar estejamos a fazer vigilância política", condena.

20 jun, 22:02
Últimos
Últimos