VÍDEO SEGUINTE
Descrição

Nem genocídio nem reconhecimento da Palestina como Estado. Portugal atualiza posição sobre Médio Oriente

O Governo português atualizou a posição sobre o conflito no Médio Oriente. Paulo Rangel considera que seria muito injusto dizer que Israel pretende eliminar o povo palestiniano.

Numa entrevista ao jornal espanhol "El País", o ministro dos Negócios Estrangeiros recusa, portanto, a ideia de genocídio e diz que Portugal não vai, para já, reconhecer a soberania da Palestina.

13 mai, 21:07
Últimos
Últimos

Mais Vistos