VÍDEO SEGUINTE
Descrição

"Perante as ameaças, devemos valorizar a força e unidade da NATO", defende Nuno Melo

Nas comemorações do Dia da Marinha, as ameaças internacionais, nomeadamente a guerra na Ucrânia, serviram de mote.

Nas cerimónias comemorativas, que decorreram em Aveiro, o chefe de estado-maior da armada lembrou que apesar de não desejar conflitos, é importante ter homens e mulheres preparados para combater.

Quanto ao ministro da Defesa, Nuno Melo, vê o regresso das ameaças à proximidade das fronteiras europeias e da NATO como um sinal importante de valorização da organização do tratado do Atlântico norte.

19 mai, 15:59
Últimos
Últimos