VÍDEO SEGUINTE
Descrição

Quatro suspeitos de homicídio, em liberdade e sem qualquer acompanhamento policial: tudo devido à demora para colocar pulseiras eletrónicas

A justiça portuguesa pode deixar-nos de boca aberta. Esta é a história de quatro jovens, suspeitos de matarem um sem-abrigo e de tentarem matar outro. Foram detidos pelas autoridades e foi-lhes decretada prisão preventiva em casa com pulseira eletrónica. Só que, como os meios eletrónicos de vigilância ainda não estavam instalados, a juíza acabou por mandá-los todos em liberdade.

23 abr, 20:24
Últimos
Últimos

EM DESTAQUE