Câmara de Lisboa ativa plano para proteger pessoas em condição de sem-abrigo da vaga de frio

As baixas temperaturas na capital levaram muitas pessoas sem-abrigo a procurar um lugar confortável para passar a noite. 

O Pavilhão Manuel Castelbranco e algumas estações de metro abrem as portas a pessoas em situação de vulnerabilidade, que podem pernoitar e ainda usufruir de cuidados de saúde, agasalhos e refeições quentes. 

Sobre "Jornal da Uma"