VÍDEO SEGUINTE
Descrição

"Sendo um país onde temos de reforçar a oferta, é natural que haja esta evolução". Ministra comenta a subida de preço dos arrendamentos e afirma: "Número de casas não está a reduzir"

"Isto não é um problema em Portugal é uma realidade em toda a Europa", diz Marina Gonçalves, em análise à subida do valor das rendas no país. "Vemos a curva em toda a Europa, não é apenas em 2023".

A ministra da Habitação argumenta que, "sendo um país onde temos de reforçar a oferta, e onde é um país atrativo, é natural que haja esta evolução", e diz ainda que o número de casas para arrendar não está a reduzir. 

“Não, não está”. A ministra da Habitação defende que o número de casas para arrendar em Portugal não está em queda. “O indicador que existe é um indicador do preço do arrendamento que está, que é uma evolução do valor do arrendamento, e estas medidas da nova oferta e permitir alguma estabilidade no valor do arrendamento. E há um segundo indicador que são os novos contratos celebrados e esses novos contratos não pressupõe, necessariamente, que haja uma retirada da oferta”.

19 jul 2023, 23:49
Últimos
Últimos