VÍDEO SEGUINTE
Descrição

Tempos máximos de resposta por controlar e falta de informação aos doentes: assim é a telemedicina em Portugal

Cerca de 30% das unidades com telemedicina públicas não controlam tempos máximos de resposta garantidos, mesmo assim o cenário é pior no caso dos setores privado e social. Os dados foram revelados esta segunda-feira pela Entidade Reguladora da Saúde. 

8 jul, 13:37
Últimos
Últimos