VÍDEO SEGUINTE
Descrição

"Todos os meus companheiros estão mortos". Traumas e mutilações assombram soldados ucranianos

Apesar de não confirmar o número de militares mortos e feridos em combate, a Ucrânia enfrenta um aumento de soldados mutilados e amputados. Os médicos e fisioterapeutas especializados para lidar com este tipo de situações no país não são suficientes. E há ainda o trauma psicológico. As necessidades de saúde mental das tropas ucranianas são maiores do que os tratamentos disponíveis.

A jornalista Helena Lins esteve num centro de reabilitação em Kiev, onde mais de metade das camas estão ocupadas por soldados. Uma reportagem para ver na íntegra.

24 fev, 18:28
Últimos
Últimos