VÍDEO SEGUINTE
Descrição

Trabalhadores da Printer têm salários em atraso e não sabem como será o futuro

A Printer, uma empresa gráfica de Rio de Mouro, em Sintra, enfrenta pela primeira vez uma crise financeira. Os trabalhadores têm parte do salário do mês de abril em atraso e muitos deles já estão a viver situações dramáticas. No final de abril foi cortada a luz na empresa e a administração informou os trabalhadores de que teriam de ficar em casa por fala de condições de segurança para operar

16 mai, 15:40
Últimos
Últimos