Lançamento de livro com “poemas inéditos” assinala 110 anos de Vinicius de Moraes - TVI

Lançamento de livro com “poemas inéditos” assinala 110 anos de Vinicius de Moraes

  • Agência Lusa
  • DCT
  • 19 out 2023, 09:16
Vinicius de Moraes (Associated Press)

Em Portugal, está programado o lançamento, para o ano, de Arca de Noé, através da Tinta da China.

O poeta, cantor, diplomata e compositor brasileiro Vinicius de Moraes faria esta quinta-feira 110 anos e para celebrar esta data será lançado no Rio de Janeiro um livro com “poemas inéditos”, disseram à Lusa as suas filhas.

“50 poemas macabros - Vinicius de Moraes”, será lançado hoje na cidade que Vinicius de Moraes ajudou a ficar famosa através das suas composições.

“Um livro que traz poemas inéditos” através de documentos do Arquivo-Museu de Literatura Brasileira da Fundação Casa de Rui Barbosa, explicou à Lusa Georgiana de Moraes, que, juntamente com a sua irmã Maria, é responsável pela VM, empresa criada pela família que administra as questões relacionadas à obra de Vinicius de Moraes, nascido a 19 de outubro, no bairro da Gávea, Rio de Janeiro, em 1913.

“Foi sorte conseguirmos lançar o livro no dia do aniversário dele”, disse Georgiana de Moraes, revelando ainda que na livraria da Travessa do Leblon recitará dois poemas do pai e que o filósofo carioca Antonio Cícero, imortal da Academia Brasileira de Letras, recitará outro.

Maria e Georgiana de Moraes contaram ainda que têm vários projetos em andamento como uma série sobre afro sambas do pai e o filme “A arca de Noé”, uma longa de animação inspirado na coletânea de poesias infantojuvenis de Vinicius de Moraes que deverá ser lançado em 2024.

Em Portugal, está programado o lançamento, para o ano, de Arca de Noé, através da Tinta da China.

Para além disso, explicou Maria de Moraes, está a ser preparado um livro de histórias do artista “sobre os dois anos enquanto ele estava no exílio”, mas também sobre Amália/Vinicius, um disco que regista uma gravação de um encontro em 1968 entre o brasileiro e a cantora Amália Rodrigues.

O compositor, considerado um dos melhores poetas da língua portuguesa e pai da "Bossa Nova", conhecido pela vida boémia, pelas festas que dava em casa onde vários intelectuais e artistas se reuniam, é ainda mundialmente conhecido por ser autor de grandes sucessos como “Chega de saudade”, “Garota de Ipanema”, que criou com Tom Jobim.

“Garota de Ipanema”,, recordam com satisfação as filhas,  é a sua “musica mais tocada”.

“É incrível porque ela toca em elevador, em restaurante e com versões de todo o mundo”, disse Georgiana.

Marcus Vinicius da Cruz de Mello Moraes nasceu no Rio de Janeiro, em 1913, e morreu a 09 de julho de 1980 devido a um edema pulmonar.

Continue a ler esta notícia

Mais Vistos