Série "Warrior Nun" protagonizada por Alba Baptista cancelada ao fim de duas temporadas - TVI

Série "Warrior Nun" protagonizada por Alba Baptista cancelada ao fim de duas temporadas

  • Agência Lusa
  • BCE
  • 14 dez 2022, 16:21
Warrior Nun

A segunda temporada ficou disponível na plataforma de ‘streaming’ Netflix em novembro passado

Relacionados

A série “Warrior Nun”, da Netflix, protagonizada pela atriz portuguesa Alba Baptista, foi cancelada ao fim de duas temporadas, confirmou o criador da série, Simon Barry.

“Acabei de saber que a Netflix não irá renovar ‘Warrior Nun’ – o meu sincero agradecimento a todos os fãs que trabalharam tanto para chamar a atenção para esta série, e pelo amor que demonstraram por mim, pelo elenco e por toda a equipa de produção. Foi um privilégio fazer parte disto”, escreveu Simon Barry numa publicação partilhada na sua conta oficial no Twitter.

A série, um original da Netflix, é inspirada na banda desenhada “Warrior Nun Areala”, de Ben Dunn, publicada originalmente em 1994. A história tem como protagonista uma jovem, interpretada por Alba Baptista, que “acorda na morgue investida de poderes extraordinários e vê-se envolvida numa batalha entre o bem e o mal”, segundo informação disponível no ‘site’ da Netflix.

Além de Alba Baptista, também o ator português Joaquim de Almeida integra o elenco da série, cuja primeira temporada, com dez episódios, teve estreia em julho de 2020.

A rodagem aconteceu em 2019 em Espanha, com seis meses de filmagens, com exigência de preparação física e envolvimento na produção.

Em entrevista à agência Lusa, em junho de 2020, Alba Baptista contou que a entrada na série surgiu de um golpe de sorte, depois de ter participado e ter sido distinguida em 2018 no Festival de Cinema Europeu Subtitle, na Irlanda.

Foi lá que contactou com diretores de ‘castings’ e que conseguiu uma janela de oportunidade para se dar a conhecer. Foi escolhida para ser protagonista de uma série que, segundo ela, combina fantasia, ação, ficção científica, humor e tanto pode servir um público jovem como mais adulto.

A segunda temporada ficou disponível na plataforma de ‘streaming’ Netflix em novembro deste ano e, de acordo com a publicação Indiewire, na primeira semana, contabilizou 26,2 milhões de horas de ‘transmissão’ (‘streaming’).

O elenco da série, criada por Simon Barry (responsável por, entre outras, “Ghost Wars” e “Van Helsing”), incluiu ainda, entre outros, Toya Turner, Tristan Ulloa, Thekla Reuten, Kristina Tonteri-Young, Lorena Andrea e Emilio Sakraya.

Nascida em Lisboa a 10 de julho de 1997, Alba Baptista estreou-se no cinema aos 15 anos numa curta-metragem de Simão Cayatte, “Miami”.

A atriz concluiu em 2012 o curso de interpretação da ACT – Escola de Atores, tendo depois disso trabalhado tanto em cinema como em televisão.

No cinema, fez parte do elenco de filmes como “Leviano”, de Justin Amorim, “Caminhos Magnétykos”, de Edgar Pêra, e “Tudo o que imagino”, de Leonor Noivo.

Em televisão fez parte, por exemplo, dos elencos de séries como “Filha da Lei” e “País Irmão”, e de telenovelas como “A Impostora” e “Jogo Duplo”.

Em 2018, foi distinguida no Festival de Cinema Europeu Subtitle, na Irlanda, com o prémio Revelação (feminina), e em 2021 foi selecionada para o programa europeu de talentos “Shooting Stars”, uma iniciativa do European Film Promotion que decorre em paralelo ao festival de cinema de Berlim.

Continue a ler esta notícia

Relacionados