Wayne Kramer cofundador da revolucionária banda de rock MC5 morre aos 75 anos - TVI

Wayne Kramer cofundador da revolucionária banda de rock MC5 morre aos 75 anos

  • Agência Lusa
  • MJC
  • 2 fev, 23:24
Wayne Kramer (Arquivo AP)

O músico criou hinos ‘hardcore’ como “Kick Out the Jams”

Wayne Kramer, cofundador da banda ‘protopunk’ de Detroit MC5, que criou hinos ‘hardcore’ como “Kick Out the Jams” e influenciou outros grupos, de The Clash a Rage Against the Machine, morreu aos 75 anos, foi hoje divulgado.

Kramer morreu esta sexta-feira no hospital Cedars-Sinai, em Los Angeles, de acordo com Jason Heath, amigo próximo e diretor executivo da organização sem fins lucrativos Jail Guitar Doors, de Kramer.

Heath adiantou que a causa da morte foi cancro no pâncreas, noticiou a agência Associated Press (AP).

Do final dos anos 1960 ao início dos anos 1970, nenhuma banda estava mais próxima do espírito revolucionário da época do que o MC5, que contava com Kramer e Fred “Sonic” Smith nas guitarras, Rob Tyner nas vozes, Michael Davis no baixo e Dennis “Machine Gun” Thompson na bateria.

Geridos durante algum tempo pelo cofundador dos White Panther, John Sinclair, ficaram conhecidos pela sua música crua e intransigente, que imaginavam como a trilha sonora da revolução que estava por acontecer.

A banda teve pouco sucesso comercial e a sua formação principal não durou além do início dos anos 1970, mas o seu legado perdurou, tanto pelo som, quer pela fusão da música com a ação política.

Smith, que tinha uma longa história de batalhas legais e abuso de substâncias, contaria a sua história no livro de memórias de 2018 “The Hard Stuff: Dope, Crime, the MC5, and My Life of Impossibilities”.

Continue a ler esta notícia