Festa é festa

Exclusivo «Festa é Festa»: Tomé fica surdo

  • TVI Novelas
  • 19 mai, 14:48
Exclusivo «Festa é Festa»: Tomé fica surdo - TVI

Em «Festa é Festa», Gabanna (Bruno Cabrerizo) aproveita a ausência de Tomé (Pedro Teixeira) para começar o treino sozinho. Gabanna dá uma palestra motivacional e todos repetem o que ele diz. Carlos (Rodrigo Paganelli) é o único que não acha graça, mas lá faz o que Gabanna diz, porque Bino (Pedro Alves) insiste para que o faça.

Tomé chega e fica estupefacto com o que vê. Tomé pergunta se aquilo é um treino ou uma missa. Carlos fica aliviado com a interrupção. Albino refila com Tomé por estar a interromper o treino e Tomé fica danado por Gabanna ter começado o treino sem ele. Tomé pergunta desde quando é que se começa um treino sem a presença do treinador, mas Albino diz que o treinador estava presente e aponta para Gabanna. Tomé lembra que ele é apenas adjunto e Albino aconselha-o a chegar a horas. Tomé diz que teve coisas para fazer e Albino acusa-o de não dar prioridade à equipa. Gabanna sugere que vão discutir lá para fora e Tomé fica piurso. Tomé respira fundo para se controlar e toma as rédeas da situação. Tomé diz que já está farto de palestras e a equipa tem é de entrar em ação, por isso vai dar início ao treino propriamente dito. Carlos fica aliviado, pois já não podia com as conversetas de Gabanna. Tomé diz que hoje Gabanna também treina, com ou sem patins. Ele fica aflito.

O treino está a decorrer e neste momento estão a fazer um jogo. Tomé fica na posse de bola e corre desenfreado em direção à baliza onde está Gabanna. Tomé dribla todos os jogadores e prepara-se para desferir a tacada. Parece que vai ser golo, mas Gabanna defende e a bola volta para trás, acertando em cheio num ouvido de Tomé, o que faz com que desmaie. Tomé começa a recuperar a consciência. Abre os olhos, mas não se mexe. Estão todos de volta dele, preocupados. Albino mostra-lhe dois dedos e pergunta-lhe quantos dedos ele vê. Tomé vê e ouve tudo distorcido e geme.

Estão todos muito preocupados de volta de Tomé. Gabanna diz que ele não está a reagir. Carlos diz que pelo menos está consciente. Jorge acha melhor chamar uma ambulância, mas Albino desvaloriza tudo aquilo e diz que Tomé sempre foi meio apagado. Tomé tenta falar, mas não se percebe nada. Albino começa a ficar preocupado. Estão todos preocupados com Tomé e sem saber o que fazer.

Tomé continua muito abalado, a ver tudo turvo e a ouvir coisas indistintas. Depois levanta-se, agarra-se ao ouvido, dá um grito e corre dali para fora. Todos acham que ele vai ficar bem, mas Jorge continua preocupado. Albino gostou da defesa de Gabanna e diz que se todos jogassem assim, eram campeões.

Festa é Festa

Mais Festa é Festa