Francisca Menezes

Ana Cristina Oliveira

Mãe de Elisa, Patrícia e Carolina, ao casar com Rui desistiu de uma vida independente e de seguir uma pouco promissora carreira como professora de História, tornando-se “mãe” e “mulher do Rui Menezes” a tempo inteiro. Quando a filha mais velha desaparece, tudo se desmorona, colocando em causa as opções que fez na vida. É uma mulher generosa que, no entanto, se habituou a depender dos outros, exercendo um grande autodomínio, mas também um constante controlo das pessoas que dependem dela, nomeadamente as suas filhas. Encontra-se um pouco desencantada com a relação matrimonial, que vive do hábito e da ideia de família perfeita de fachada.