Que Rui nunca gostou de Carlos já não é novidade, mas a verdade é que o pai de Elisa começa a desconfiar que o inspetor tem interesse em Francisca.

 

Rui pede a Zé Pedro que investigue toda a vida de Carlos, pois quer saber tudo a respeito do inspetor. Zé Pedro vai acabar por descobrir algo que vai levar Rui a exigir o afastamento de Carlos da investigação do caso de Elisa.

 

Tudo piora quando Rui dá de caras com Carlos e Francisca a sair de uma casa abandonada, por onde, supostamente, Elisa esteve. Rui exige que Francisca vá embora consigo e ameaça Carlos.

 

Perante a raiva do marido, Francisca diz a Rui que, se ele fizer pressão para afastar Carlos do caso, terá sérios problemas com ela. Ainda assim, Rui acaba por surpreender Carlos e Tiago, na PJ, alegando que um homem com os antecedentes psiquiátricos do inspetor não pode conduzir a investigação sobre o desaparecimento da filha dele.

 

Rui diz a Zé Pedro que, quando se dirigiu à PJ, Tiago protegeu Carlos. Zé Pedro confessa ao amigo que não percebe a embirração dele com Carlos, ao que Rui responde que Carlos quer ir para a cama com Francisca e está prestes a consegui-lo.

 

A verdade é que a cumplicidade de Francisca e Carlos cresce a cada dia que passa. Francisca surge junto à campa da mulher e da filha de Carlos, onde este se encontra e conforta-o. Os dois quase se beijam, mas acabam apenas por se abraçar. Tiago observa tudo à distância com ar preocupado.

 

Será que Carlos e Francisca vão acabar mesmo por se envolver? Tudo para descobrir nos próximos episódios de «Onde Está Elisa?».