O que procura?

Apresentação do elenco «Ouro Verde»

A nova novela da TVI será gravada entre Portugal e o Brasil

Foi esta sexta-feira que decorreu a apresentação do elenco da nova novela da TVI, “Ouro Verde”.

O evento decorreu no Reservatório da Mãe d’Água nas Amoreiras, onde a maioria dos atores marcaram presença, num ambiente bastante familiar e intimista.

O enredo de “Ouro Verde” surge em torno de Zé Maria Magalhães (Diogo Morgado), um jovem que se vê perdido após a morte dos seus pais, que perderam a vida pelas mãos de Miguel Ferreira da Fonseca (Luís Esparteiro), um poderoso banqueiro. Após 15 anos, Zé Maria regressa a Portugal com um único objetivo, vingar a morte dos pais.

No entanto, Zé Maria terá a penosa tarefa de escolher entre a vingança e o grande amor da sua vida, Bia Ferreira da Fonseca (Joana de Verona), filha do seu principal inimigo.

Esta será a história que promete agarrar os Portugueses ao ecrã, não só pela narrativa mas também pelo elenco que lhe dá vida.

O elenco de luxo é composto por atores nacionais, e não só. Para além de grandes nomes como Diogo Morgado, Rui Mendes, Luís Esparteiro, Pedro Carvalho, Manuela Couto, Sofia Nicholson, José Wallenstein e Nuno Homem de Sá, encontramos também alguns atores brasileiros de renome, como é o caso de Zezé Motta e Adriano Toloza.

Ironia do destino ou não é também, 15 anos mais tarde, que Diogo Morgado regressa à TVI. Depois de sucessivos êxitos no estrangeiro, Diogo Morgado volta à ficção nacional e as expectativas são elevadas.

«O que eu mais gostei neste projeto foi, de facto, o guião. A história do "Ouro Verde" tem tudo o que é importante para um formato de longa duração. Em relação ao meu personagem, penso que será controverso porque algumas atitudes dele podem agradar o público mas outras nem tanto. É esse impacto que é interessante!», revelou o protagonista desta nova trama da TVI.

Também Adriano Toloza que será “Edu”, se mostrou bastante satisfeito com este novo desafio. «É a primeira vez que estou em Portugal em trabalho, já cá tinha estado há 5 anos de férias e gosto muito. Estou muito feliz com este projeto», confessou o ator brasileiro.

Já Bruno Santos, Diretor-Geral de Antena e de Programas da TVI considera “Ouro Verde”, como sendo uma “trilogia”. «Começámos com “A Única Mulher”, gravada em Portugal e Angola, atualmente temos “A Impostora” que é gravada entre três continentes, com Chile, Moçambique e Portugal, e agora Brasil e Portugal».

No que diz respeito ao que o público pode esperar da novela, Bruno Santos, não tem dúvidas que esta novela tem todos os ingredientes para ser épica. «Nunca podemos esperar menos do que mais um sucesso da TVI», assegura.

Apesar de as gravações iniciarem já na próxima segunda-feira, “Ouro Verde” ainda não tem estreia marcada.