Lourenço é constituído arguido por tráfico de medicação

  • 1 dez 2021, 11:26
Veja episódio na integra

Felícia (Sofia Grillo), Rafa (Fernando Pires) e Mafalda (Beatriz Frazão) jantam e Alice (Inês Aires Pereira) chega, entretanto. Mafalda não consegue aturar Felícia e Rafa e vai para o quarto, com Felícia a segui-la. Rafa e Alice estão sozinhos, ficam muito próximos. Alice atira-se a Rafa mas ele diz que gosta de outras coisas, o que deixa Alice baralhada.

Beatriz (Sara Prata) continua cheia de dores, os filhos jogam no tablet e Tozé (Paulo Pires) chega com jantar. Tozé liga a Gil (Gustavo Alves), ele conta que Anabela (Susana Mendes) não para de vomitar e perguntar por ele. Tozé diz que está a regressar e desliga, não sabe o que fazer.

Tozé está carinhoso com Beatriz, incentiva-a a encostar-se a ele, dá-lhe festinhas e ela adormece. Tozé confirma que ela está a dormir e aproveita para se esquivar.

Raquel confronta Lourenço (Pedro Sousa) com o desvio de medicamentos. Antónia (Marina Mota) quer apresentar queixa para limpar o seu nome. Lourenço assume que estava desesperado e foi a maneira que arranjou de pagar as dívidas. Antónia acaba por desistir da queixa.

Magda (Maya Booth) conta a Clara (Inês Castel-Branco) sobre o desvio de medicamentos. Clara acha que Lourenço não ia colocar os pacientes em risco, mas Magda diz-lhe para ir confrontá-lo com as dívidas de jogo que já pagou graças ao tráfico de medicamentos.

Felícia e Rafa adormeceram no sofá, César (Pedro Almendra) chega e não gosta daquela proximidade, acorda-os e manda Rafa para a rua.

Tozé está muito atrapalhado a servir no café quando Gil chega e pede ajuda em desespero, mas este recusa. Delfina (Ana Nave) quer organizar-se para o arraial e pergunta por Anabela (Susana Mendes). Tozé diz para não contarem com ela.

Mafalda envia uma selfie a Blast, ele vê e ignora. Mafalda liga a Diana (Madalena Aragão) a desabafar quando a campainha toca, abre a porta e é Eva (Matilde Mello Breyner). César diz que é uma amiga da mãe e Mafalda vai para o quarto. Eva diz que não quer chantageá-lo, só precisa de um emprego, César diz-lhe que vai tentar arranjar alguma coisa para ela.

Um agente da PSP entrega uma notificação a Lourenço que o manda ir depor por venda ilegal de medicamentos.

Antónia apresenta Raquel a Magda e manda-a contar as suspeitas contra Lourenço. Magda tem todos os documentos de fornecedores e stocks. César acha que se estão a precipitar e diz a Antónia que ainda está a tempo de salvar o filho.

No gabinete de Magda, esta conta a Pedro (Diogo Morgado) sobre o desvio de medicamentos. Ele sabia que existia um processo, mas não sabia o que era. Magda aconselha-o a não se meter nisto para Clara não o considerar mau da fita.

Na esquadra Lourenço depõe com a presença do advogado Cerqueira e vai negando tudo. O agente faz-lhe mais perguntas e Lourenço enerva-se. O advogado tenta acalmá-lo e Lourenço continua a negar todas as acusações.

César chamou Eva à Sala de Chá porque tem trabalho para ela, mas implica trair o ex-patrão e pergunta se Eva consegue arranjar uma identidade falsa para Lourenço fugir, caso seja necessário.

No gabinete de César, Antónia conta a Pedro que apresentou queixa contra Lourenço. Lourenço entra no gabinete e Antónia informa-o que Pedro vai investir nas clínicas. Lourenço e Pedro picam-se relativamente a Clara e acabam por lutar. Clara chega e tenta separá-los. Pedro afasta-a e ela cai. Lourenço socorre-a e Pedro fica revoltado porque ele se está a aproveitar da situação. Lourenço agradece por Clara o ter defendido perante Pedro e Antónia e pede se pode ficar na quinta uns dias para não ter que conviver com a mãe. Clara concorda, mas apenas como um gesto de amiga.

RELACIONADOS

Exclusivo: Pedro e Lourenço «incendeiam» clínica

Episódios

Mais Episódios