O encontro misterioso de Antónia

  • 24 jun, 00:00
Veja episódio na integra

Raquel está convencida que Antónia ficou paranoica o suficiente para ir ao encontro, Eva vai confirmar o portátil.

No Museu dos Biscaínhos, Antónia olha em volta, vê turistas. Lucinda aproxima-se, mas Antónia não a reconhece. Ela diz ser a mãe do rapaz que Antónia matou, mas ela nem sabe do que se trata, Pedro recuado, filma tudo. Pedro continua a filmar Antónia e Lucinda a discutirem. Não consegue ouvir o que dizem. Antónia tenta ir-se embora, mas Lucinda agarra-a por um braço, mas depois consegue soltar-se.

Eva e Raquel não conseguem ouvir o que elas dizem através do micro que foi instalado na mala de Antónia, temem que Pedro as repreenda. Raquel está esperançosa que a armadilha a Fátima corra melhor. 

Romeu e Alcino a espiar Fátima, ela fala com Etelvina, diz que é a nova enfermeira e anda a verificar as condições dos utentes, Etelvina dá-lhe passagem para entrar em casa. Romeu e Alcino correm para a casa para espiar o que ela vai fazer.

Fátima no quarto de Etelvina avisa-a que o cheiro a humidade faz mal e manda-a ir buscar um pano e ela sai. Fátima vê um saco de pano no colchão. Romeu e Alcino à janela vigiam Fátima.

Raquel e Eva dizem a Pedro que não conseguiram captar o áudio. Raquel assume a culpa por ter estragado o micro. Pedro está frustrado por não ter a confissão de Antónia. Elias ouve e questiona do que falam, Pedro está a limpar a imagem dele e segue para o escritório, deixando Elias preocupado.

Fátima sai de casa de Etelvina com o saco. Alcino e Romeu acusam-na de estar a roubar, agarram-na para lhe tirar o saco e aparece Zé Egídio. Eles ficam atrapalhados mas garantem que ela anda a roubar e a prova está no saco, Fátima abre-o e mostra os doces que anda a distribuir pelos idosos. Romeu e Alcino estão aflitos por terem caído na armadilha dela.

Antónia recorda encontro com Lucinda, em que Antónia insiste não conhecê-la, muito menos o filho. Lucinda sabe que ela desvia os medicamentos da clínicas, deixando-os ao acesso de qualquer pessoa e o filho comprou-os e morreu de overdose.

RELACIONADOS

Antónia é confrontada: «O meu filho morreu às suas próprias mãos»

Episódios

Mais Episódios