Ljubomir «foge» de intoxicação alimentar

O chef mais implacável do país ambicionava provar refeições de sonho, porém, o «tiro saiu-lhe pela culatra» e, não fosse a rapidez do chef, a história podia ter tido um final trágico.

Esta semana, a zona sul, mais concretamente a Cacela Velha estremeceu com a passagem do Tufão Ljubomir, pronto para pôr fim ao pesadelo de um proprietário que sofria bastante com a sazonalidade do negócio.

Assim que chega, repara na decoração do espaço e, apesar de não gostar, não faz grandes críticas. Contudo, o pior acabou mesmo por ser as refeições confeccionadas.

Depois de provar grande parte do menu, Ljubomir concluiu que quase todos os ingredientes são maus e que a confecção das refeições apresentava vários problemas.

Se já antes estava bastante insatisfeito, tudo piorou quando o chef quis provar camarões e, para além de ter dito que o prato, estava «podre e fora de prazo» garantiu que o mesmo tinha amoníaco e, por questões de segurança não ia provar.

No fim, tudo acabou por se resolver, e Jorge (proprietário do restaurante) garantiu ter aprendido a lição.