Temporada 3

Em Cacela Velha há mar, tradição e boa comida. A praia, eleita uma das quinze melhores do mundo, as casas caiadas e a riqueza gastronómica da Ria Formosa, fazem desta povoação uma das mais típicas e genuínas da região do Algarve. Aqui encontramos a Casa Azul, restaurante adquirido por Jorge há 3 anos. O proprietário não tem formação, nem é cozinheiro mas é ele que prepara o menu e gere a cozinha. Jorge queixa-se da sazonalidade do negócio, que trabalha muito no Verão mas, na época baixa, tudo piora e nunca conseguiu dar a volta a isso.

Ljubomir decide avaliar a Casa Azul e, depois de provar todo o menu, conclui que os ingredientes são maus e a confeção é ainda pior. O serviço de sala é caótico. Jorge conta com o chefe de sala, Tiago, e dois empregados de mesa: Shafiq e Ali.

Nada satisfeito, o chef volta para assistir ao serviço e perceber como se trabalha na cozinha da Casa Azul. Na cozinha, além de Jorge, encontra Gardénia, Vânia e Ivan. Ljubomir comprova que os métodos estão todos errados e que os ingredientes não são frescos e são de má qualidade. O chef decide pôr mãos à obra e ensina toda a equipa a cozinhar e ainda dá umas dicas no serviço da sala. De forma a valorizarem a frescura dos produtos do mar algarvio, Ljubomir leva Jorge e a sua equipa a conhecer uma distribuidora mundial de peixe e marisco.

A equipa do Pesadelo na Cozinha vai remodelar a Casa Azul, para tornar o restaurante mais sofisticado e elegante. As paredes serão pintadas em tons de azul e branco, fazendo jus ao nome do restaurante. O espaço do bar vai ser completamente limpo, para ficar mais leve e funcional. Na sala, os individuais dão lugar a toalhas de mesa e as paredes vão ganhar uma nova vida com motivos tipicamente algarvios.

O chef sugere para a nova ementa: Tataki de atum com puré de batata doce, ostras, raia alhada, feijoada de búzios, berbigão, moelas, pataniscas, lingueirão à bulhão pato, mexilhão, salada algarvia com muxama, arjamolho e, para sobremesa, tarte de salicórnia.

O serviço de re-inauguração, apesar de alguns percalços, corre muito bem e devolve alguma esperança a Jorge e aos seus colaboradores.