Bashir Ibrahim

Diogo Mesquita

O irmão mais velho de Samira, solteiro e muito rico, foi sempre evasivo quanto à natureza dos negócios que geria. Escudando-se sempre no facto do segredo ajudar nos êxitos empresariais, guardou muito bem guardada essa parte da sua vida. E o que é certo é que talvez Bashir tivesse mesmo boas razões para o fazer. Há um certo tipo de atividades, as ilegais que, chegando ao conhecimento público, podem ser destrutivas e condenar um homem à cadeia. Mas Bashir não era o tipo de homem que se deixasse apanhar. Tinha como lema de vida: “a melhor defesa é o ataque” e considerava que esse lema também devia ser extensível à sua família mais próxima.