Júlio Cunha

José Wallenstein

Oriundo de uma cidade de província. Era o miúdo gordo e caixa de óculos da escola, desengraçado e impopular e sempre teve um plano: emagrecer e enriquecer para comprar a admiração dos outros. Com olho para o negócio, ganhou muito dinheiro a vender pedra mármore para construções no Norte de África. Já era rico quando conheceu Lídia, uma mulher divorciada que vivia com a filha mais velha. Casaram e ele mimou Teresa como se ela fosse sua filha O êxito nos negócios transformou-o num homem cheio de bonomia e nada faria pensar que pudesse ter uma vida dupla. A fachada que construiu ao longo dos anos é, de facto, a ideal e será muito difícil desmascará-lo.