NESTE EPISÓDIO...

Glória (Kelly Bailey) escreve uma carta a Olívia, esperançosa de que alguém da instituição a leia à filha.

Leandro (Romeu Vala) confessa que vendeu a casa e o café que herdou dos avós para comprar o carro, deixando Fredy (Lourenço Ortigão) e Sílvio (Vítor d'Andrade) com remorsos.

James (Graciano Dias) diz a Telma (Julie Sergeant) que chegaram ao destino e que o dinheiro já está nas contas, anuindo que as escutas em casa de Sílvio deram frutos.

Tomé (Tiago Teotónio Pereira) tenta que Leonor (Sara Prata) o deixe ficar lá em casa, mas a irmã de Acácio (Sérgio Praia) recusa e Tomé, com maus modos empurra-a.

Eduardo (Pedro Hossi) conta a Margarida (Paula Lobo Antunes) que o homem que plantou a droga no carro de Tomé, a mando de Murilo Braga (Cassiano Carneiro), foi apanhado e acrescenta que o Ministério Público conseguiu provas de que James foi usado como bode expiatório com uma operação totalmente confidencial para apanhar Murilo.

Telma procura, nas gavetas, por algo que eventualmente comprometa Samira (Vera Kolodzig).

A mãe de Fredy encontra o brinco que faz par com o encontrado por Chaves (Carlos Oliveira) no cemitério, mas desvaloriza.

Diogo (Paulo Pires) exibe, à filha, os documentos do divórcio de Leila (Sofia Aparício) com o primeiro marido. Em chamada com Margarida, Diogo pergunta se já tem notícias de Leila e conta-lhe as boas notícias.

Samira entrega um envelope a Leila com documentos necessários e dinheiro para Leila embarcar para o Brasil.

Vítor (Diogo Infante) vê a luz o quarto acesa e fica em pânico por ver as caixas dos comprimidos sobre a cama e Lídia (Joana Seixas) inerte. "Fechaduras" tenta acordá-la, pedindo que não o deixe.