NESTE EPISÓDIO...

Graça (Sandra Faleiro) visita Lídia (Joana Seixas) e diz a Vítor (Diogo Infante) que a tentativa de suicídio dela se tratou de uma farsa e Vítor fica irritado.

Diogo (Paulo Pires) e Carolina (Margarida Corceiro) chegam a casa e encontram Leila (Sofia Aparício), que lhes conta que não conseguiu embarcar e Diogo abraça-a e conta que conseguiu os papéis do seu divórcio.

Enquanto Fredy (Lourenço Ortigão) conversa com Sílvio (Vítor d'Andrade) sobre Samuel (Nuno Gil), dá um encontrão no candeeiro e encontra a escuta escondida.

Glória (Kelly Bailey) chega e percebe que foi Monique (Benedita Pereira) que arranjou aquela confusão toda. Glória ameaça-a e agarra-a, mas esta com um movimento de Krav Maga imobiliza-a no momento que Samuel entra e fica perplexo. Glória acusa Monique de ser mentirosa e manipuladora para conquistar Samuel e este não toma partido entre elas.

Vítor mostra-se preocupado com Lídia, apesar de saber que foi enganado, quando chega Fredy que lhe pede explicações para a escuta que tem na mão. Fredy acusa Vítor de ter roubado os diamantes e envolvem-se numa cena de pancadaria. Lídia tenta impedir até que chegam Sílvio e Leandro (Romeu Vala) e os separam.

Diogo e Leila apaixonados são interrompidos por Carolina que lhes mostra, muito espantada, o que acabou de ver no telemóvel.

Margarida (Paula Lobo Antunes) questiona Vítor se desconfia de alguém que fosse capaz de pôr imagens pornográficas de Lídia a circular na net e ele responde que não faz ideia. Telma  confessa que foi ela a responsável pelas imagens de Lídia e Vitor fica calado porque, apesar de tudo, não acha graça à situação.

Chaves (Carlos Oliveira) encontra-se com Telma (Julie Sergeant), mostra-lhe o brinco e ela revela ser de Samira (Vera Kolodzig). Chaves intui que Samira sabia que a testemunha que incriminou Monique era falsa e fica na interrogação do que ela poderá saber mais. Murilo (Cassiano Carneiro) chega ao escritório e Telma despede-se formalmente de Chaves, e Murilo comenta com ela não estar a sentir-se bem.

Chaves vai ter com Leila e questiona-a de como era o casamento de Omar (Carloto Cotta) com Samira e esta responde que foi tudo um negócio e conclui que, se Omar não estivesse magoado com Teresa (Joana Ribeiro), não se teria casado com Samira. Chaves esclarece Diogo sobre as provas contra Samira e fica convencido que ela é a culpada.