NESTE EPISÓDIO...

Margarida (Paula Lobo Antunes) vai a casa de Omar para falarem sobre a queixa que ele apresentou contra Glória e Margarida  informa-o de que o processo desapareceu.

Omar atira-se a Gustavo e acusa-o de ter feito desaparecer o processo de Khalef. Gustavo diz que não tem nada a ver com isso e Omar acusa Teresa.

Gustavo fala ao telemóvel com alguém e conta que Omar o anda a ameaçar, por saber coisas que o comprometem. Gustavo entra em casa de Omar, percebe que ele está a dormir. Gustavo olha para Omar e, fixamente, para uma almofada.

Diogo está numa cama ligado a soro. Monique (Benedita Pereira) surge e diz-lhe que ele está no paraíso. Diogo acusa Monique de ter uma vida dupla e ela acusa-o do mesmo. Monique confirma a Diogo que não o vai deixar sair dali.

Teresa e Vítor pedem ajuda ao chefe da polícia para localizar o casal Soraia e Khalil Nassar e ele promete investigar.

Omar acusa Teresa de andar a conspirar contra ele e de ter feito desaparecer o processo da morte de Khalef. Teresa nega que tenha feito desaparecer o processo e acusa Omar de nem sequer ter posto a hipótese de Glória ser inocente. O casal discute, mas Omar quebra e pega no filho ao colo.

Samira entra em pânico quando Bashir lhe conta que Teresa e Vítor contactaram a polícia para localizarem Soraia e Khalil Nassar. 

Vítor e Teresa andam no souk, fingindo que andam às compras. O Chefe da polícia aborda o casal e Teresa e Vítor ficam chocados ao perceberem que se trata de Bashir e de Samira.

O Chefe da Polícia de Al-Aradhi agradece a colaboração de Bashir (Diogo Mesquita) e informa Vítor (Diogo Infante) e Teresa (Joana Ribeiro) que conseguiu uma pista sobre o casal que esteve no Hotel na noite da morte de Khalef. O polícia informa-os, também, que o casal está a ser detido naquele preciso momento. Teresa fica confiante, mas Vítor diz que só acredita quando os vir a confessar.

Bashir informa Samira (Vera Kolodzig) que já detiveram o casal que confessou o crime e a irmã agradece-lhe a ajuda.

Omar (Carloto Cotta) confessa que já sabe que não foi Glória (Kelly Bailey) que matou o seu irmão e pede desculpa a Teresa por ter desconfiado dela. Teresa afirma que estava disposta a ir até ao fim do mundo por ele, que se converteu a outra religião por ele e que ficou muito desiludida com a sua atitude, que deixou marcas profundas. Teresa afirma que precisa de tempo para pensar e abraça o marido.