NESTE EPISÓDIO...

Jamal alucina com a presença de Bashir (Diogo Mesquita), mas desperta com a campainha. Abre a porta a Vítor (Diogo Infante) que o convida a conhecer Lisboa, quando Fátima (Rita Ribeiro) entra e lhe pergunta o que Vitor está ali a fazer.

Tomé (Tiago Teotónio Pereira) entra no gabinete de Murilo (Cassiano Carneiro) e este, sem lhe dar atenção, apresenta-lhe uma mala cheia de maços de notas alinhados e pergunta se é suficiente.

Fátima tenta que Vítor se retire, mas este ameaça que pode voltar, referindo a morte de Teresa (Joana Ribeiro).

Murilo fica desconcertado quando Tomé, apesar de tentado, diz que vai pensar na proposta dele e sai.

Samira (Vera Kolodzig) recebe uma chamada de Fátima que lhe pede para ir para casa.

Tomé mostra a Renata (Filipa Pinto) a gravação que fez da conversa que teve com Murilo a oferecer-lhe dinheiro para desaparecer. Renata não contém a revolta que sente, e parte umas quantas jarras, enquanto Tomé vai pondo mais achas na fogueira, para Murilo se queimar.

Samira chega a casa e anui que Vítor está feito com Monique (Benedita Pereira), e Eduardo (Pedro Hossi) fica estupefacto, por ela ter feito uma denúncia à polícia.

Chaves (Carlos Oliveira) fica incrédulo com a possibilidade de Vítor e Lídia (Joana Seixas) estarem a dar guarida à principal suspeita do assassinato da própria filha, mas Dário (André Nunes) responde que têm de dar seguimento à denúncia.

Samira confessa a Eduardo que finalmente está a sentir maior proximidade com o filho, depois de tudo o que ele lhe fez passar e ele aconselha-a a ter calma.

Dário questiona Vítor e Lídia por Monique, quando aparece um inspetor com esta algemada.

Sahid (Lucas Dutra) está preocupado com a avó, que está mais cansada que o habitual, e Helena (Lia Gama) pede-lhe que chame Maleeka (Rita Ruaz).

Eduardo diz a Samira que ela tinha razão, Vítor estava a esconder Monique em sua casa e a polícia acabou de a prender.

Monique continua a negar ter matado a melhor amiga, e Dário avisa Lídia e Vítor que eles são cúmplices da suspeita de homicídio da própria filha.

Samira conta a Jamal que Monique foi presa e ele sente-se angustiado.

Dário e Chaves interrogam Monique e ela volta a culpar Samira.

Renata acusa Murilo de querer comprar Tomé, e Telma (Julie Sergeant) tenta explicar-lhe que ela é uma fonte de rendimento e, por isso, Tomé prefere ficar do lado dela. Murilo pede a Telma para intervir e ela assente a ajudá-lo, se lhe der sociedade na LusoWings.

Margarida (Paula Lobo Antunes) avisa Chaves que estão a cometer um erro grave ao manterem Lídia e Vítor presos, e Chaves admite que se perdeu uma brilhante procuradora, mas Margarida relembra-o que a culpa foi dele. Dário avisa Chaves que ouviu a conversa com Margarida e que, possivelmente, o vai denunciar.

Tomé fica orgulhoso por Renata ter metido Murilo no lugar e ela vinca que quer tornar-se independente. Tomé avisa-a que é melhor dar um passo de cada vez.