Depois de Tomé (Tiago Teotónio Pereira) ter sofrido uma overdose, na clínica, por excesso de comprimidos, e já recuperado, visita a mãe e tenta explicar-lhe que nunca escreveu a carta de suicídio onde se dá como um dos culpados pela morte do irmão.

Destroçada, Graça (Sandra Faleiro) ignora o discurso do filho e acusa-o de ser responsável pela tragédia que vitimou mortalmente o seu outro filho. A mãe avisa, ainda, que não o quer lá em casa, dizendo que ele é um assassino e que não pagará mais a clínica onde ele está em processo de reabilitação.

Confuso, Tomé não compreende porque é que ninguém acredita na sua palavra e, sentindo-se tonto, perde os sentidos e  cai no chão.

Não perca nos próximos episódios e visite as contas oficiais de Facebook e Instagram.