Isabela prende Mateus e provoca o pânico

25 ago 2020 00:00

Machado (Pedro Hossi) recebe uma chamada anónima a denunciar que Mateus (Pedro Sousa) foi visto no bosque dos Salgueiros e saem apressados.

Rita aparece na reunião de família. Lucas indica que ainda estão a aguardar uma pessoa. Rita fica desconfortável, quando aparece o advogado. Lucas lembra-a de que foi ela que se aproveitou de João.

Machado e Fonseca chegam perto do campo, mas não vêm ninguém.

Machado decide ir apertar com Isabela. Isabela entra para a carrinha com um cesto de coisas, e começa a redecorar a carrinha com ambiente romântico, para agradar Mateus.

Raquel pede desculpa pelo atraso e dirige-se para o escritório. Rita confirma que Raquel é a mulher de Álvaro (Fredy Costa). Lucas avisa que ela será sócia em representação da Cruzeiro do Sul. Raquel ouviu dizer que Rita é implacável nos negócios, e está curiosa para trabalhar com ela.

João não quer estragar a vida de Madalena (Anna Eremin). A jovem diz que está ali por gostar dele. Ele pede-lhe que o deixe resolver os seus problemas sozinho.

Joana está transtornada com a cena de pancadaria com Patrícia, e Hugo acusa-a de a ter provocado.

Isabela já decorou a carrinha, seduz Mateus e deitam-se no colchão. Mateus, com receio de não se controlar, para e ela procura algo para o acalmar.

Lucas tem receio de soltar João. Madalena chora por não o ter conseguido ajudar.

Isabela prendeu Mateus com fita adesiva, beija-o e pede para se deixar levar. Mateus começa a ter um ataque de pânico e responde de maneira violenta. Isabela fica com medo.

Marcos acha que Raquel quer vingar-se de Rita. A mãe de Teresa volta a insistir para Marcos ser seu aliado. O Santa Cruz diz-lhe que não quer negócios com ela e envolvem-se.

Fonseca e Machado vão à Herdade procurar Isabela. Lucas insiste para ficarem.

Joana prepara o jantar. Sandra desabafa, dizendo que não vai deixar que Marcos lhe tire as crianças. Joana conta que as crianças confessaram gostar do pai e Sandra sai a chorar.

Rita avisa Marcos para não se aproveitar da situação para estar com a filha deles. Marcos arruma-lhe as roupas e manda-a sair, afirmando que resolvem tudo em tribunal.

Alfredo, já bêbado, pede mais bebida. O empregado nega e oferece-se para o ajudar a ir para o quarto. Alfredo acha que está bem, quer levantar-se e desequilibra-se. Alfredo segue apoiado pelo empregado e canta alto. Patrícia aparece, mas Alfredo ignora-a.

Isabela chega a casa e diz aos inspetores que só quer que eles a deixem em paz. Lucas avisa que isso só acontece quando contar onde andou.

Madalena conta a João que, ao tentar ajudá-lo a ele, está a tentar ultrapassar também o seu passado, revelando que o seu ex-namorado morreu e que João devia valorizar o que tem.

Isabela não entende porque não a deixam em paz se não é suspeita. Machado explica que está tudo associado a ela e que receberam uma denúncia falsa.

João acorda sobressaltado, pensa no que Madalena lhe disse, recorda Margarida e não consegue evitar os seus demónios. Em desespero, o Santa Cruz enrola o lençol da cama como se fosse uma corda para se enforcar.