Isabela reage ao ver Mateus desfigurado!

16 jun 2020 00:00

Hugo (Rodrigo Paganelli) quer aumentar os preços da PH Natural, e Sandra (Marta Faial) fica admirada com o jeito dele para os negócios. Marcos (Pedro Teixeira) aparece, pica-se com Hugo por não estar a trabalhar. Marcos pergunta por Carla (Ana Sofia Martins) e Sandra diz-lhe que a irmã foi trabalhar.

Marcos tenta aceder ao computador de Carla, põe várias passwords mas não consegue entrar. Diogo aparece com febre, Marcos manda-o meter-se dentro da cama e pergunta a password do computador da mãe. Marcos consegue entrar no computador de Carla e percebe que ela está numa consulta no ginecologista.

Carlos (João Vicente) estranha que Catarina (Maria José Pascoal) tenha pedido a Isabela (Inês Herédia) para ir à Herdade, mas ela avisa que a sua relação com Mateus (Pedro Sousa) é séria.

Rita (Maya Booth) sente que Lucas (Filipe Vargas) anda distante, frio e pergunta se é por causa de Vitória (Sara Barradas). Lucas quer dizer a verdade, mas não está preparado, e responde-lhe que prefere que falem depois do trabalho.

Catarina diz a Isabela que não a aceita na família, mas que reconhece que ela pode ajudar o filho. Mateus vê um álbum de fotos. Nesse momento, Isabela aparece e diz-lhe que tem saudades dele.

Mateus decide acabar com aquele sofrimento e mostra-lhe a cara. Isabela não consegue evitar olhar de pena.

Carla recebe a notícia do tempo de gravidez como um «balde de água fria». Marcos entra e pergunta ao médico de quanto tempo Carla está grávida. Ele responde que é a gravidez tem dez semanas. Marcos fica doido de raiva, dirige-se à maca onde Carla está deitada. Carla apressa-se a levantar para escapar da fúria de Marcos. O médico mete-se no meio, mas não está a perceber o que se está a passar. Marcos vinca que há dez semanas estavam separados e Carla encolhe-se, humilhada.

Vitória diz a Alfredo (Luís Esparteiro) que ele e Joana (Marina Mota) deviam entender-se, porque fazem um casal bonito. Alfredo responde que não é assim tão fácil, senão Vitória também estava com Carlos.

Mateus diz a Isabela que é melhor ela não voltar, por não querer que tenha pena dele. Isabela sublinha que não quer saber das cicatrizes e pergunta o que aconteceu entre ele e Carlos, nas cavalariças.

Lucas vai ter com Vitória e diz-lhe que não consegue esconder mais o que sente e que quer acabar o casamento e começar tudo de novo com ela.

O médico faz um exame rápido a Carla, para avaliar o estado de saúde dela. Marcos continua nervoso, de um lado para o outro. O médico tenta expulsá-lo, mas Marcos continua a discutir com Carla.

Marcos humilha Carla e vinca que ela vai ter de abortar. Carla anui que quer ter o filho e Marcos enlouquecido começa a abaná-la com força. Dois homens puxam Marcos e avisam que não é assim que se trata uma mulher. Carla foge e entra para o carro, enquanto Marcos luta com os homens, ela arranca e quase atropela o marido.

Vitória diz a Lucas que não sente nada por ele e que não vai poder continuar a trabalhar naquela casa depois do que aconteceu. A enfermeira informa que vai falar com Catarina para ir-se embora, deixando Lucas destruído.

Mateus diz que cometeu erros graves e que, por isso, está a pagar por eles. Isabela diz que gosta dele, cada vez mais, e começa a acarinhá-lo.

Vitória entra devastada com o que acabou de dizer a Lucas, lembra a declaração dele e chora desalentada.

Lucas (Filipe Vargas), de rastos, relembra o que Vitória (Sara Barradas) lhe disse. O engenheiro limpa as lágrimas, recompõe-se e decide ligar para Rita (Maya Booth), mas ela não atende.

Sandra (Marta Faial) ensina Isabela (Inês Herédia) a fazer sushi. Nesse momento, Carla (Ana Sofia Martins) aparece aterrorizada, e conta que Marcos (Pedro Teixeira) já sabe de tudo e o escândalo que lhe fez. Marcos entra furioso. Carla ameaça chamar a polícia. Sandra interpõe-se na conversa. Marcos acha que Sandra é a culpada de tudo e aperta-lhe o pescoço contra a parede.