Mateus pune-se de forma violenta

26 ago 2020 00:00

João (Isaac Alfaiate) procura sítio para amarrar o lençol, começa a fazer exercícios intensos para se cansar e recorda quando assaltou uma idosa e sai a correr.

Mateus (Pedro Sousa) sonha que janta com Isabela (Inês Herédia) e Ana (Madalena Aragão), como se fossem uma família feliz.

Lucas (Filipe Vargas) avisa Isabela de que se acontecer alguma coisa a Ana (Madalena Aragão), será despedida. A jovem vê a moldura de Mateus e chora.

Marcos (Pedro Teixeira) atende uma chamada de Mateus, que lhe conta que Isabela o denunciou e que precisa de dinheiro para fugir. Marcos responde-lhe que não o pode ajudar e desliga-lhe a chamada.

Patrícia (Leonor Seixas) quer falar com Alfredo (Luís Esparteiro) sobre o que aconteceu em casa de Joana (Marina Mota). Ele finge dormir e, de seguida, beija a aliança.

Machado (Pedro Hossi) tenta desculpar-se por não ter ido ao concerto. Maria (Mafalda Marafusta) avisa-o de que acabaram os «serviços noturnos».

João corre exausto, enquanto chora.

Alfredo e Patrícia discutem e ela pede-lhe para não voltar à Herdade e para se divorciar de uma vez por todas.

Hugo (Rodrigo Paganelli) volta a abordar Ornelas, e sublinha que a casa deles é de respeito. Carlos (João Vicente) chega e defende Ornelas e a mãe.

Isabela comenta com Joana que os inspetores não a largam, e que só sai para ir trabalhar em casa de Marcos. Vitória (Sara Barradas), escondida, ouve.

Vitória entrega a Isabela um panfleto de apoio à vítima, e pede-lhe para abrir os olhos ou, caso contrário, vão acontecer-lhe coisas más.

Rita (Maya Booth) prepara-se para trabalhar, quando entra Raquel que a trata mal.

Lucas conta a Marcos que Raquel é sócia deles e que Nuno (Diogo Lopes) está a tratar de tudo para afastá-lo da Herdade. Marcos não aceita ser destituído.

Madalena (Anna Eremin) aproxima-se para verificar se João está a dormir. O Santa Cruz lamenta ter sido bruto, e conta-lhe que as últimas horas foram difíceis.

Hugo entrega um envelope cheiroso a Joana. A mãe diz que é de Ornelas. Hugo acha que a relação deles é uma vergonha e ela vinca que ele devia desejar-lhe felicidade.

Nuno dá inicio à reunião para prestarem contas a Marcos. Lucas avisa que as vendas estão a aumentar. Marcos provoca Carlos e ele responde. Lucas lamenta que Raquel tenha de assistir àquelas discussões e leva-a para apanhar ar.

Mateus reza fervorosamente, imagina-se feliz com Ana e com Isabela e começa a chicotear-se.

Rita e Marcos sentem-se maltratados por Lucas. Rita volta a insistir com Marcos, dizendo que ele precisa de uma aliada e de estabilidade familiar para o juiz lhe entregar os filhos.