Magnólia

Interpretado por Francisca Ribeiro
Pode uma jovem rapariga só pensar em futebol? Pode. O pai é que não pode saber.

20 anos, filha de Sergei e Violeta. Trabalha com a mãe no salão e, ao contrário da mãe, é uma cabeleireira de mão cheia. Enquanto toda a rua admira o seu trabalho, Magnólia vive um dilema interior: sonha ser jogadora de futebol profissional, coisa que mataria os seus pais de desgosto. Futebol é assunto proibido lá em casa. A doçura com que a mãe a trata, contrasta com a incompreensão com que é tratada por Sergei, que não gosta sequer de ouvir falar “naquele” assunto, o que causa atritos caseiros entre os três. Para Sergei, futebol é coisa de rapazes frouxos, porque os rijos não andam aos chutos nas bolas. Ela é menina, portanto que se dedique ao salão da mãe. De dia, fala de penteados, cabelos da moda no salão e faz tutoriais para a Internet. À noite, discute futebol e táticas com Futre e Jasmim às escondidas de Sergei.