Tavares perde também o dinheiro de Fábio

  • 5 ago, 00:00
Veja episódio na integra

Violeta tenta convencer Frésia a usar o interesse de Tavares nela, para salvar as lojas de cada um deles.  

Tavares abraça Fábio, desabafando que só ele o pode apoiar neste momento. Esclarece que perdeu tudo e vai ter de vender alguma coisa.  Margarida ouve e quer saber se vai ficar sem emprego, ao que o patrão responde que, se fechar o Quiosque, ela tem de ir à vida dela. Margarida em desespero começa a chorar, chocada com a frieza dele. 

Marcolino entra desconfiado e comenta que Tília não o tinha chamado anteriormente. Rosa responde que deve ser da casa que, desde o sismo, faz barulhos. Ele acha que a viu com um baralho de cartas, mas Rosa diz-lhe que foi só impressão e manda-o meter-se na sua vida.

Fábio assustado com o estado em que Tavares deixou Margarida, pede ao pai que dramatize menos a situação. O pai responde-lhe que não foi só o dinheiro dele que se perdeu, mas também o dinheiro de Fábio. Fábio esclarece que não queria o dinheiro dele aplicado na bolsa, que o que o pai fez foi grave e não sabe se o perdoa. 

Constantino, Eduardo, Fernando e Sergei continuam a discutir o melhor método. Um propõe terem mocas, outro acha que é melhor matarem Tavares. 

Flora, Íris e Violeta discutem a atual situação de venda das lojas. Estão receosas da decisão que possa estar a ser tomada pelos homens e acham que deviam tomar elas uma posição.

Eduardo e Estrelícia rodam uma caneta a ver quem vai à reunião de condóminos. Liz não quer ir porque foi à última. Eduardo diz que a caneta escolheu, está escolhido. 

Íris quer saber o que os homens decidiram na reunião, mas Constantino não lhe quer contar. Pede-lhe que deixe os homens fazerem o trabalho deles, o que deixa Íris furiosa. Sugere as mulheres se juntarem e criarem um plano também.

Episódios

Mais Episódios