José Raposo recorda morte de colega ator: «Fez 3 anos que nos deixou...»

José Raposo recorda morte de colega ator: «Fez 3 anos que nos deixou...»

A homenagem foi feita através do seu perfil no Instagram

  • Carina Oliveira
  • 20 jun, 12:27
José Raposo
José Raposo

Foi no passado dia 20 de junho que José Raposo (61 anos) usou as redes sociais para recordar a morte de um colega, Carlos Miguel: «Ontem fez 3 anos que nos deixou...» - começou por dizer na legenda da publicação.

Na partilha, onde é possível ver uma fotografia e um vídeo do ator, José Raposo escreveu: «Ontem fez 3 anos que o CARLOS MIGUEL nos deixou. Nos últimos anos fui à sua casa na aldeia do Granho por algumas vezes, no período em que deixou de representar devido a um cancro nas cordas vocais, para o visitar e tentar convencê-lo a ter, por pequeníssimas que fossem, participações em espectáculos produzidos por mim! Tenho essa frustração de só ter contracenado com ele num programa de Natal da RTP… Admirava o seu jogo corporal em cena, a sua mímica, o timbre de voz único, as características que só nascem com os cómicos natos deste fantasioso mundo “chaplinesco” a que ele pertencia! O Carlos foi mais uma vítima do rótulo que o nosso meio artístico atribuiu aos cómicos fantasistas que resistiam nas revistas e nas comédias do Parque Mayer, definindo-os como “actores fáceis”! Tão injusta essa apreciação, quanto a mim carregada de preconceito! Tomara eu por exemplo ter nascido com características burlescas como as do Carlos! Tenho talento mas, sem falsa modéstia, gostava de ter nascido “cómico nato”, um “chaplinesco”! Mas voltamos sempre ao que realmente interessa : o público adorava-o, idolatrou-o! Na sua cremação em Almeirim estavam 2 pessoas do meio artístico - eu e o Marlo José, que nos juntámos à viúva e mais uns 6 familiares… quer se queira quer não, nestes momentos lembramo-nos dos milhares e milhares de espectadores que faziam bicha da bilheteira dos teatros do Parque Mayer até à Praça da Alegria para o irem ver, em espectáculos que estavam 2/3 anos em cena, nos anos 80/90! Fica a minha homenagem.»

Veja aqui:

Recorde-se que Carlos Miguel era ator, artista plástico e escritor, tendo ficado mais conhecido por dar vida à O Fininho no célebre programa da RTP "1, 2, 3", na década de 1980. Morreu a 19 de junho de 2021, aos 77 anos, no Hospital de Santarém onde estava internado.

No Goucha (também em junho de 2021), Helena Almeida, viúva do ator António Cordeiro (falecido em janeiro do mesmo ano), falou da importância do apoio recebido por José Raposo.

José Raposo, que conta com mais de 40 anos de carreira, é um dos nomes mais aclamados do Teatro e da Televisão. Na ficção da TVI já fez parte de sucessos como Jardins ProibidosEspírito IndomávelRemédio SantoLouco AmorA Casa é Minha e Sr. Rui - Um homem do povo, entre outros.

Na vida pessoal, tem dois filhos do seu antigo casamento com Maria João Abreu (que, infelizmente, nos deixou também em 2021), Miguel e Ricardo, e uma filha, Lua, da sua atual relação com Sara Barradas.

Últimas

Mais Últimas

Exclusivos

Novelas

Fora do Ecrã